Últimas notícias

Premiê Yildirim responsabiliza o movimento Gulen pelo enfraquecimento da economia turca

Premiê Yildirim responsabiliza o movimento Gulen pelo enfraquecimento da economia turca
novembro 25
11:51 2016

Em uma época em que o governo turco tem travado uma guerra aberta, generalizada e sem tréguas contra o movimento Gulen, que é baseado na fé, o Primeiro-Ministro do país, Binali Yildirim, acusou o movimento de realizar uma operação para estragar a economia turca.

Já que ele falhou em atingir o seu objetivo principal em 15 de julho, essa desprezível FETO está fazendo agora uma inacreditável operação com todo o seu poder para estragar a economia, mudar a percepção [sobre a economia], desencorajar os investidores estrangeiros e mudar a percepção deles sobre a Turquia”, disse Yildirim durante um programa de televisão no canal estatal TRT na noite de quinta-feira.

FETO é um termo derrogatório e acrônimo para a Organização Terrorista de Fethullah [Gulen], cunhado pelo Presidente Recep Tayyip Erdogan e o governo do Partido da Justiça e do Desenvolvimento (AKP) para se referirem ao movimento Gulen, que Erdogan e o AKP acusam de arquitetar uma tentativa de golpe fracassada em 15 de julho. O movimento nega veementemente ter qualquer papel na tentativa de golpe.

A tentativa de golpe militar em 15 de julho matou mais de 240 pessoas e feriu outras mil. Imediatamente após a tentativa de golpe, o governo juntamente ao Presidente Erdogan colocaram a culpa sobre o movimento Gulen.

Apesar de Fethullah Gulen, o erudito islâmico turco cujas ideias e opiniões inspiraram o movimento, e o próprio movimento terem negado a acusação, Erdogan – chamando a tentativa de golpe de “um presente de Deus” – e o governo lançaram um amplo expurgo com o objetivo de limpar os simpatizantes do movimento de dentro das instituições estatais, desumanizando suas figuras populares e colocando-os sob custódia.

Mais de 115.000 pessoas foram expurgadas dos órgãos estatais, mais de 90.000 detidas e acima de 39.000 foram presas desde a tentativa de golpe. Entre os presos estão jornalistas, juízes, promotores, policiais, militares, acadêmicos, governadores e até um comediante. Os críticos argumentam que as listas de simpatizantes de Gulen foram montadas antes da tentativa de golpe.

A lira turca enfraqueceu nove por cento contra o dólar americano neste mês e está levando as perdas a novos recordes todo dia, suscitando preocupações generalizadas de uma crise econômica iminente.

Fonte: www.turkishminute.com

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer